.

.
.

26 de novembro de 2009

Reconhecimento ao esforço de uma amiga.

 






Querida,

sofri com vestibulares, sei a luta que é para se entrar numa faculdade pública, estudo numa estadual e sei que o mais difícil, infelizmente ou felizmente é conseguir a vaga, pois vai ter que passar praticamente 24hs do seu dia a estudar durante talvez anos para conseguir entrar na Faculdade e depois de estar lá dentro por mais que seja difícil estará estudando o que gosta e com uma meta a ser alcançada com prazer e não com sofrimento, tortura(Angband,relembrando a luta do Cruu pra passar em Medicina) como é o que passamos durante o tempo de cursinho por mais que a sua turma e seus professores de cursinho sejam ótimos e sempre te apoiem.
Parabéns por ter passado por essa fase e estou aqui a torcer por tí para que possa passar para a próxima e em breve escrever um texto entitulado "Universitária" e mais uma vez agradecendo aos teus amigos, familiares e mestres pelo aprendizado,apoio,carinho e confiança.
Parabéns pela conquista e fico daqui torcendo por tí.

P.S.:
No começo isso seria apenas um comentário aqui no Blog, mas resolvi falar pra todo mundo e deixar vem visível a alegria e orgulho que sinto quando vejo um amigo meu , alguém como você, mesmo que seja apenas alguém que só conheça via internet, conseguir conquistas tão valiosas, tão importantes pra toda uma vida e tão sofridas, senti na pele o que é estudar para passar num vestibular, mesmo que seja apenas passar por uma etapa dele e sei o orgulho que sentimos ao conseguir tal façanha, mesmo que esta seja apenas uma das que terá que conseguir,esse é o primeiro passo e é através dele que conseguirá tudo o que queres, se acredita em Deus ele te ajudará, se não e ele existir mesmo assim te ajudará, se souber que tu quer algo com amor e que a paixão te leva a vencer barreiras que nunca venceria se não fosse a fé que tens, mesmo que não sejas Nele, pois se acreditas de coração em algo estará com Deus ao teu lado,se não for Deus, uma força maior estará contigo e com toda certeza terá a força da família, amigos e pessoas que mesmo sem te conhecer estarão ao teu lado e torcendo por ti e conseguirá dar o segundo passo, o terceiro e em pouco tempo estará andando com as próprias pernas e ajudando outros a darem o primeiro passo.

O Mínimo que posso fazer pelas pessoas que me orgulham com seus feitos ou gestos é demonstrar da forma mais natural possível o orgulho que tenho destes e é por isso que fiz o post e faria outro, ou melhor, farei outro quando passares na segunda fase e outro e outro... sempre que achar necessário.

P.S.[2]: Não sei me expressar muito bem e meu português é péssimo, mas fiz o que pude.

...leia mais

11 de novembro de 2009

BURACOS NAS ESTRADAS PODEM ATRAPALHAR VIAGENS DE NATAL

 


Natal chegando e nada de consertarem as estradas... eu vou juntar dinheiro pra comprar um avião.

...leia mais

8 de novembro de 2009

Uniban expulsa Geisy decretando sua total incompetência

 





O anúncio da expulsão da Geisy colocou na maior saia justa o pessoal da UNIBAN. Só que uma saia justa tão curtinha e provocante que acabou deixando também os fundilhos da universidade a mostra. E cá ente nós, fundilho por fundilho, a Uniban perdeu feio para o da Geisy. Foi muito mais imoral e indecente.



Só não chamaremos de puta, como fizeram com a Geisy porque seria um grande elogio, convenhamos: a Uniban está longe de ser uma puta universidade.






Temos a estranha mania de apontar o dedo para o diferente. Quando não concordamos com algo o nosso indicador em rife serve não só para direcionar um pensamento – às vezes limitado - como para dar espaço ao preconceito.


É nesse sentido que vimos estampados em vários jornais, este comunicado machista e preconceituoso de uma instituição de ensino que deveria ser a primeira a oferecer o debate e, principalmente a tal fomentada educação.


Neste comunicado, a Uniban passou um recibo de incapacidade educacional e de alta capacidade na disseminação do preconceito. Provavelmente, esta instituição de ensino não possui uma coordenação de comunicação institucional ou, no mínimo, uma assessoria de imprensa.


Atenção entusiastas da comunicação coorporativa. Estamos diante de um caso real de linchamento virtual sob uma instituição, nunca antes visto na história desse país, como diria o presidente Lula. A Uniban está com o maior incêndio institucional já visto e, provavelmente, o mais difícil de ser apagado.


Como brasileiros e como blogueiros também, viemos através deste post protestar em nome de um povo que tantas vezes foi representado adequadamente (e ainda é) por suas Instituições de Ensino, que hoje tem sua história sujada por esta barbarie. Acontecem coisas bem piores dentro de Universidades no Brasil e em todo mundo e estes fatos são resolvidos da forma mais sigilosa possível, pelo bem do estudante e da instituição, porém neste caso, a começar pelos próprios universitários, houve tumulto, xingamento, falta de respeito com aquela mulher. Por parte da Universidade, faltou um mínimo de informação, pois se para eles, aquele tipo de roupa não seguia os padrões de ética da Escola, deveriam ter alertado a garota na entrada.





O vestido não era tão curto e estamos no Brasil, onde usar roupa curta é normal, aqui é muito quente. Nosso povo também é muito bonito (salvo algumas exceções) e o vestido nem era tão curto assim. A atitude da Universidade em expulsar a garota, agrava mais ainda a situação, pois mostra para todo mundo que a intenção da escola não é a de resolver o problema, mas sim apenas de tentar “apagar o fogo”. É uma vergonha a falta de respeito com o ser humano que nesse caso foi selado pela instituição de ensino.





“Caso UNIBAM”, temos tantos exemplos vergonhosos de exposições em nosso País que nunca foram punidos. Portanto, fica mais do que claro que no Brasil, o mais fraco sempre perde. E que a DEMOCRACIA, infelizmente, é algo subjetivo e de acordo com a 'cartilha' de cada um. Isso me leva a dúvidas quanto a nossa República Federativa: DEMOCRACIA OU ANARQUIA?


Neste caso específico foi erro de estratégia ou ignorância dos donos? O fato da decisão de expulsar Geisy "em razão do flagrante desrespeito aos princípios éticos da dignidade acadêmica e à moralidade", não colou. E pior: queimou o filme da instituição, não da moça. Onde está o respeito? Quem foi que disse que o caráter de alguém está na roupa que ele veste?


E ao conselho “superior” da universidade, parodiando o próprio comunicado de vocês, vai aí o nosso recado:


Vocês perderam a oportunidade de contribuir para um debate sério e educado sobre temas fundamentais como ética, juventude, universidade e VERGONHA NA CARA!


Texto escrito por:



Alvim Dias (@alvimdias)
Pimentas no Reino


Arnaldo Trindade (@arnaldotrindade)
Não Seja Apenas Mais Uma Marionete



Patrícia Ecave (@patriciaecave)
Réporter Patrícia



Silvio Lach (@silviolach)
M .. Online



Wander Veroni (@wanderveroni)
Café Com Notícias

...leia mais

.

.
.

.

 

Quem sou eu

Seguidores

Estatísticas do Blog

Top Comentaristas: