Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2011
A Instituição da Família em “A Cidade Antiga” Resumindo o capítulo e organizando melhor as idéias segundo seu principio. A Instituição da Família em A Cidade Antiga do Livro “Fundamentos de História do Direito” de Antonio Carlos Wolkmer. A Família greco-romana se caracterizava no principio da autoridade e da religião, os dois ligados a um só homem o pater familias que era tanto chefe da Família quanto Religioso. A Comparação entre crenças e leis que as famílias gregas e romanas foram constituídas e influenciadas por religiões primitivas que estabeleceram o casamento, a autoridade paterna, determinando a linha de parentesco, o direito a propriedade e de sucessão. A Religião – Era doméstica, primitiva, baseada em crenças muito antigas, acreditavam numa segunda vida, mas não que a alma se separava do corpo, o líder de cada família era também o líder religioso, tinham como seus deuses (lares ) os seus ancestrais, e como símbolo da lembrança e da providência de cada família, existia o Fogo …

"Chega de achar comum ser tratado de forma incomum!" Preconceito em Rio de Contas

Este texto foi escrito por uma mulher,tia que sofreu agressão verbal e física por ter defendido seu sobrinho que estava sendo agredido fisicamente por outra criança.ao ler o relato entenderão a gravidade da situação.


"Chega de achar comum ser tratado de forma incomum!


Um dia “normal” no Brasil e no mundo, só que dessa vez o episódio aconteceu comigo, não que não tenha acontecido antes, mas nunca tão explicito. Moro numa pequena cidade histórica da Chapada Diamantina, Rio de Contas e no dia 23 de abril de 2011, fui agredida fisicamente, além de sofrer difamação, seguido de discriminação racial numa festa infantil! Primeiro aninho da filha de minha amiga de infância. Eu estava acompanhada do meu sobrinho de três anos, que na hora dos parabéns, estava sendo agredido por outra criança da mesma idade, e bem maior fisicamente. Ao ver aquilo, chamei meu sobrinho e pedi para a outra criança parar, dizendo: - Bate nele não viu, mô?.

Nesse momento, a mãe do menino que estava afastada, veio…

Escritores da Liberdade – Visão Filosófica da coisa!

A Busca pelo Conhecimento A Busca pelo conhecimento observada no filme “Escritores da Liberdade”, numa nova perspectiva fundamentada no texto “O conhecimento: significado, processo e apropriação” de Cipriano C. Luckesi. Neste primeiro momento destacamos as idéias principais do texto apresentado por Luckesi e depois uma co-relação que há entre estas idéias principais e o filme. 1 –   O Autor destaca principalmente que o conhecimento não é apenas o que se aprende com os livros, como muitos dizem ao serem perguntados sobre o que é conhecimento, na verdade é uma explicação produzida através da busca por se entender o que ainda está oculto através de processos de investigação, processos estes que são minuciosos e que podem levar desde alguns minutos a vários anos de trabalho, ”Diante do desafio, o sujeito do conhecimento formula respostas plausíveis e procura ver nas manifestações da realidade se a resposta que formulou é adequada ou não” Cipriano C. Luckesi Essa investigação pode ser dada…

Resenha O Príncipe – Nicolau Maquiavel¹

RESENHA CRÍTICA         Antes de realmente comentar o livro, precisa-se compreender o período em que ele foi escrito e quais seriam as motivações do autor ,neste período o Absolutismo ainda reinava em toda a Europa e a Igreja Católica controlava a maioria dos soberanos,Maquiavel que era um político nato, entra como chefe da Segunda Chancelaria da Republica de Florença e fica encarregado de criar e orientar exércitos, arquitetar acordos entre os governantes e entre governantes e a Santa Sé,após acompanhar por quase 15 anos essa política, cheia de altos e baixos, como visto na história de Cesare Borgia, protagonista do livro e que é qualificado por Maquiavel como um homem frio e impiedoso, ele escreve o livro que é dedicado a Lorenzo de Médici que o acolhe em sua casa após Maquiavel ter sido destituído do cargo de Chefe da 2º Chancelaria,o livro seria uma forma de Maquiavel agradecer a Lorenzo por não tê-lo expulso de seu país e uma forma de mostrar a Lorenzo como se deve um soberano go…