Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Viva o São João, viva o Nordeste, viva a Bahia!

Imagem
Sou baiano, tenho 27 anos, nascido e criado na Caatinga, na antiga e pacata cidade de Rio de Contas, localizada na Chapada Diamantina, que tem como lema “a honra em todas as coisas”, nesses dias, onde festejamos os dias de Santo Antônio, de São João Batista, de São Pedro e também de São Luís Gonzaga (não o nosso santo intérprete e instrumentista, mas o santo padroeiro da juventude, venerado pela Igreja Católica em 21 de Junho), as lembranças da infância e a intenção de poder deixar imagens parecidas na memória de meu (minha) filho (a) que está chegando, trazem ao peito o orgulho de ser da Bahia, de ser da região Nordeste, de ser do Sertão, de fazer parte do povo que mesmo com o sofrimento do trabalho árduo na terra dura e sob sol escaldante, não perde a esperança e prospera na vida, com fé em Deus e com fé na vida, como já dizia o também baiano Raul Seixas. 

Nesse mês, lembro-me das visitas feitas nos dias de Santo Antônio, de São João e de São Pedro às casas de amigos e familiares, …

São João.... Rio de Contas.... Saudades.... Lembranças....

Imagem
Lembranças que ficam dele que se foi, lembranças que ela está perdendo aos poucos... Ela fazendo pose para o filho fazer a foto.... ele abaixando a cabeça e dando o sorriso de lado com vergonha da foto e se divertindo com a arte do filho... E as mangas no carrinho... das mesmas que tinha no fundo de casa... mas mesmo assim eram compradas na feira de Rio de Contas.. Ele nem contava tanta história assim, mas passar mais um São João sem a fogueira feita por ele, sem o caldo de cana, sem a cana cortada em cubinhos, sem a sopa que ele fazia, não é nada fácil... Naquela mesa ele sentava sempre E me dizia sempre o que é viver melhor
Naquela mesa ele contava histórias
Que hoje na memória eu guardo e sei de cor
Naquela mesa ele juntava gente
E contava contente o que fez de manhã
E nos seus olhos era tanto brilho
Que mais que seu filho
Eu fiquei seu fã

Eu não sabia que doía tanto
Uma mesa num canto, uma casa e um jardim
Se eu soubesse o quanto dói a vida
Essa dor tão doída não doía assim
Agora resta uma mesa na…

Retorno! Me reapresentando!

Esse link é de um texto elaborado pela colega blogueira e jornalista Letícia Castro, há quase dez anos.
Texto elaborado para apresentar um blog e um jovem que queria ser advogado e salvar o mundo, esse jovem que hoje é advogado e continua querendo salvar o mundo, com menos tempo para escrever no blog, mas sempre lutando em prol da nossa sociedade, em defesa do meio ambiente, das crianças, da educação.
Da educação de verdade, aquela que se aprende em casa, na escola recebemos instrução, aprendemos a ler, escrever, conhecemos nossa língua, nossa história, nossa geografia e principalmente nossos amigos, companheiros que com o tempo se afastam, mas sempre serão os amigos dos tempos de escola, nem os do trabalho, nem os da faculdade terão lugar onde os primeiros tiveram, e alguns, serão sempre considerados colegas, por não terem tido tempo ou comprometimento para se tornarem amigos, mas é em casa, ou em abrigos,creches, orfanatos, para quem a vida não deu o lar "perfeito", que se…